Balanço CFMV: o trabalho da Comissão Nacional de Alimentos em 2017

07 de dezembro de 2017

Por Roberta Machado

Criada em 2016, a Comissão Nacional de Alimentos (CNAL), é a mais nova das comissões assessoras do CFMV e tem cumprido um importante papel nas questões relacionadas à regulação, ao reconhecimento e à valorização do trabalho do médico veterinário na cadeia produtiva das proteínas de origem animal.

A CNAL foi criada com o propósito de discutir a situação do médico veterinário da área de alimentos e inspeção de produto de origem animal, padronizar ações desenvolvidas pelos profissionais na sua atuação e traçar estratégias para maior inclusão no mercado de trabalho e cenário social, também na competitividade pelos postos de trabalho com as profissões concorrentes.

Ao longo do último ano a comissão contribuiu com diversas consultas públicas, mediou encontros com representantes do setor produtivo, publicou artigos, desenvolveu materiais de treinamento e apresentou posicionamentos técnicos quanto a propostas de resoluções e outros atos que normatizam o exercício da Medicina Veterinária na área de produção e inspeção de alimentos.

Em 2017, a CNAL realizou cinco reuniões, além de ter participado de outros cinco encontros com representantes de entidades e empresas que representam a produção e a comercialização de alimentos de origem animal. A comissão também esteve presente em eventos como o encontro anual da Associação Internacional de Segurança dos Alimentos (IAFP), a 33ª Feira Internacional de Tecnologia para a Indústria de Alimentos e Bebidas e o VII Congresso Latino-Americano e XIV Congresso Brasileiro de Higienistas de Alimentos, em Fortaleza (CE).

“Foi importante principalmente porque em alguns desses eventos nós pudemos apresentar a comissão e também termos acesso a reuniões voltadas aos temas, incluindo o CFMV no debate”, avalia Valéria Rocha Cavalcanti, presidente da CNAL.

                Comissão Nacional de Alimentos (CNAL). Foto: Ascom/CFMV

Em outubro, a CNAL também conduziu o Fórum das Comissões Nacional e Regionais de Alimentos do Sistema CFMV/CRMVs, evento que serviu de cenário para o debate dos desafios do médico veterinário como principal agente na garantia da segurança dos alimentos. O encontro, realizado em Brasília, durou três dias, e contou com a participação de representantes de 17 Conselhos Regionais, além do Presidente da Comissão Nacional de Fiscalização (CNAF), José Pedro Martins.

Primeiro evento do gênero a ser realizado pelo CFMV, o fórum marcou o início de um novo direcionamento adotado como prioridade da atual gestão do Conselho, voltado para a valorização e o aperfeiçoamento do trabalho do médico veterinário em todas as fases de produção e inspeção dos alimentos.

O fórum também cumpriu o importante objetivo da comissão, de sensibilizar os CRMVs para a importância da criação de comissões regionais de alimentos. “Para o primeiro fórum de uma comissão tão recente, com apenas um ano de formação, foi realmente um ganho a parceria com os regionais”, ressalta Cavalcanti. Na ocasião do fórum, apenas 5 CRMVs tinham comissões de alimentos formadas, mas a estimativa da CNAL/CFMV é de que esse número suba para 11 até o final do ano.

O ano foi marcado por notícias de grande repercussão nacional, que alimentaram o debate sobre a importância do médico veterinário na inspeção e na fiscalização de alimentos, assim como a necessidade de modernizar e reforçar o sistema de inspeção de alimentos de origem animal.

A CNAL tem participado desse processo, esclarecendo a população sobre o papel do médico veterinário na segurança de alimentos e atuando junto aos órgãos envolvidos. “Buscamos o Mapa e à Anvisa, justamente os principais órgãos responsáveis por essas mudanças, e deixamos claro o nosso interesse de fazer parcerias para trabalhar nas questões que dizem respeito à valorização do médico veterinário”, ressalta Valéria Cavalcanti.

 

Sobre a CNAL

A Comissão Nacional de Alimentos é composta pelos médicos veterinários Valéria Rocha Cavalcanti (Presidente); Gisela Cornelia Hutten; Marili Gramolini Garcia Winckler; Alexander Welker Biondo; e Ricardo Moreira Calil. Clique aqui e conheça os membros da CNAL.

 

Saiba mais

Médicos veterinários compartilham experiências no primeiro Fórum das Comissões Nacional e Regionais de alimentos

Comissão Nacional de Alimentos do CFMV esclarece dúvidas sobre abscessos nas carnes

 

 

Assessoria de Comunicação do CFMV