CFMV reafirma ao CNE a importância da aprovação das novas Diretrizes Curriculares Nacionais da Medicina Veterinária

28 de junho de 2017

Por Carolina Menkes

O presidente do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV), Benedito Fortes de Arruda, e a Comissão Nacional de Educação da Medicina Veterinária (CNMEV) do CFMV, se reuniram nesta quarta-feira (28/06), em Brasília (DF), com o presidente da Câmara de Educação Superior do Conselho Nacional de Educação (CNE), Luiz Roberto Curi. Na ocasião, Arruda agradeceu a colaboração do CNE para a construção conjunta das novas Diretrizes Curriculares Nacionais (DCNs) da Medicina Veterinária.

                Foto: Ascom/CFMV

A proposta pretende alterar a Resolução nº 1/2013 do CNE, que institui as DCNs do curso de graduação em Medicina Veterinária.

“O CFMV espera, com a aprovação das novas diretrizes, que o médico veterinário esteja cada vez mais capacitado para responder às necessidades da sociedade brasileira. Contamos com o MEC como nosso grande colaborar nesta empreitada”, afirmou o presidente do CFMV.

Segundo Curi, o CNE tem a convicção de que o processo irá ajudar a estabelecer soluções para os desafios contemporâneos. “É essencial que as DCNs deem orientações para evitar cursos mal organizados ou com engendramento precário.  Elas devem abrir espaço para novas complexidades nas IES”, acredita.  

Arruda espera que, com as novas diretrizes, seja possível a sociedade e os profissionais entenderem melhor a Medicina Veterinária. “Cabe a nós esclarecer nossa importância e o papel da profissão do ponto de vista econômico e social”, pontuou.

O CFMV continuará acompanhando, junto ao CNE, a tramitação da proposta de alteração das diretrizes curriculares.

Histórico

Em março deste ano, a CNMEV/CFMV se reuniu pela primeira vez com Luiz Roberto Curi, quando reforçou a necessidade de alteração nas DCNs.

O documento com as sugestões do CFMV havia sido entregue ao CNE no dia 22 de fevereiro. Foi elaborado pelo Conselho Federal com a contribuição dos Conselhos Regionais de Medicina Veterinária (CRMVs), de Instituições de Ensino Superior (IES) e aprovado pela Plenária do CFMV.

A iniciativa de modernização das DCN’s surgiu no âmbito dos Seminários de Educação da Medicina Veterinária promovidos anualmente pelo CFMV e pelo anseio da sociedade acadêmica e usuários por melhores serviços veterinários.

O presidente da Comissão Nacional de Educação da Medicina Veterinária do CFMV, Felipe Wouk, explica que, apesar dos conceitos de vanguarda que constam nas DCNs vigentes, as normas foram promulgadas em 2003.

“O dinamismo da sociedade atual demanda por mudanças nas diretrizes, pois elas são as norteadoras da formação dos profissionais que estarão atuando na sociedade no futuro. Alguns temas importantes surgiram nos últimos anos e não estão explicitados nas DCN’s, como saúde única e bem-estar animal”, esclarece Wouk.

Leia mais:

Em reunião com a Câmara de Educação Superior, CFMV reforça proposta para alterar as Diretrizes Curriculares Nacionais da Medicina Veterinária

CFMV entrega ao Conselho Nacional de Educação proposta de mudança nas Diretrizes Curriculares Nacionais da Medicina Veterinária

Assessoria de Comunicação do CFMV