Homenagens marcam os 50 anos da Lei 5.517 no Paraná

07 de agosto de 2019

Em noite histórica, o Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado do Paraná (CRMV-PR) celebrou, em Sessão Solene na Assembleia Legislativa do Paraná nesta terça-feira (06), o Cinquentenário da Lei nº 5517/68, que cria os Conselhos Federal e Regionais de Medicina Veterinária.

Com a presença de ex-presidentes da Autarquia e representantes ilustres da Medicina Veterinária e da Zootecnia, a solenidade foi marcada por discursos que ressaltaram a importância da profissão para a saúde única (saúde animal, saúde humana e saúde ambiental). O deputado e médico veterinário Anibelli Neto, propositor da sessão, destacou que “essa noite entra para a história. Neste ato, escrevo uma parte importante da minha biografia”.

O presidente Rodrigo Távora Mira, do CRMV-PR, lembrou a todos a missão dos conselhos de classe em fiscalizar o exercício da profissão e valorizar os bons profissionais, que atuam para atender as necessidades da sociedade. “Tudo isso só é possível porque o passado foi escrito com mãos firmes e destemidas”, afirmou ao citar nominalmente todos os ex-presidentes, bem como suas equipes e colaboradores.

Para Orlando Pessuti, ex-governador do Estado, médico veterinário e presidente do Conselho no período de 1987 a 1990, é um orgulho falar da profissão à qual dedica sua vida. “É tão importante para todos nós celebrar esses 50 anos e poder dizer da alegria e satisfação de ser médico veterinário. Nós somos responsáveis mais do que os próprios médicos de formação pela saúde humana porque cuidamos da saúde dos animais e das consequências que causam à saúde humana e ambiental”, disse em seu discurso.

Representando o Sistema CFMV/CRMVs, o médico veterinário Mário Eduardo Pulga, presidente do CRMV-SP, também destacou as “duas páginas de atividades privativas da medicina veterinária” dispostas na Lei 5517. “São áreas de extrema importância para a saúde da sociedade, dos animais e do meio ambiente. Esse papel é nosso, nenhuma outra profissão tem essa característica. O conceito de saúde única está no DNA do médico veterinário”, ressaltou.

Para celebrar o momento e encerrar a comemoração do cinquentenário, foram homenageados os presidentes dos CRMVs, os ex-presidentes e colaboradores do CRMV-PR, e as entidades de medicina veterinária do Paraná, representadas pela FECLAMEV.

Informações: CRMV/PR