Três cursos de MG conquistam o selo de acreditação do CFMV

28 de junho de 2019

Ficam no estado de Minas Gerais os três cursos de Medicina Veterinária que conquistaram o selo do II Ciclo de Acreditação do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV). Foram acreditadas as graduações da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em Belo Horizonte, e da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG) das cidades de Betim e Poços de Caldas.

Na opinião de Rafael Gianella Mondadori, presidente da Comissão Nacional de Educação da Medicina Veterinária (CNEMV/CFMV), o reconhecimento da qualidade de cursos de duas universidades particulares desfaz a ideia de que as exigências do processo de acreditação do CFMV sejam de difícil alcance para instituições privadas. “O importante é ter um corpo docente comprometido e focado na formação profissional”, assinala.

O processo de inscrição e avaliação dos cursos começou no segundo semestre de 2018 e foi concluído em maio deste ano. A seleção foi homologada na 325ª Sessão Plenária do CFMV, resultando nas Resoluções nº 1.277, 1.278 e 1.279/2019, e publicada hoje no Diário Oficial da União.

Inscrições para o III Ciclo estão abertas

Para os cursos que desejam obter essa certificação de qualidade, estão abertas, até 4 de julho, as inscrições para o edital do III Ciclo. Edital e critérios de avaliação estão disponíveis no portal CFMV. Mondadori alerta sobre a importância de que as interessadas fiquem atentas à documentação “No segundo ciclo, instituições muito boas ficaram de fora porque não anexaram documentos simples. Por exemplo, houve uma que não indicou o responsável técnico pelo curso”, comenta Mondadori.

Ele tem boas expectativas para o terceiro ciclo, ainda mais depois de o segundo ter contemplado dois cursos de universidades particulares. “Isso tira a ideia de que elas têm qualidade inferior em relação às públicas”, diz.

O objetivo da acreditação é avaliar de forma permanente a qualidade dos cursos de graduação, contribuindo para sua melhoria contínua, além de tornar públicos os critérios estabelecidos pelo CFMV e favorecer o desenvolvimento da cultura da avaliação como indutor da qualidade dos cursos no país. A adesão é gratuita e voluntária.

“A acreditação gera um reconhecimento formal do curso e é realizada de forma sigilosa. Para obter o certificado, é necessário comprovar o desenvolvimento das tarefas de educação, treinamento e avaliação dos estudantes, segundo requisitos de excelência pré-estabelecidos, com base em critérios nacionais e internacionais”, explica o presidente da CNEMV.

Assessoria de Comunicação do CFMV