Acreditação do CFMV é exemplo para outros países

02 de maio de 2019

O instrumento de Avaliação de Cursos de Medicina Veterinária do Sistema de Acreditação do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) será traduzido para o espanhol e utilizado como contribuição aos países membros do Conselho Panamericano de Educação em Ciências Veterinárias (Copevet). A questão foi definida em reunião dos integrantes do Copevet, durante o 35º Congresso da Associação Mundial de Veterinária (WVA), que ocorreu entre os dias 27 a 30 de abril, em San Jose, Costa Rica.

         

                    Cícero Pitombo, Johnson CHIANG ( presidente da WVA), Wanderson Ferreira e Rafael Mondadori

O Sistema do CFMV é realizado por meio de avaliações in loco, onde representantes da autarquia se certificam de que os cursos de Medicina Veterinária seguem padrões adequados de ensino. “É um estímulo ao aperfeiçoamento dos programas de ensino da área no Brasil, favorecendo a cultura periódica de avaliação como indutor da qualidade, com foco na melhoria contínua das Instituições”, explica Rafael Mondadori, presidente da Comissão Nacional de Educação em Medicina Veterinária do CFMV e vice-presidente do Copevet.

A Assembleia Ordinária da Associação Panamericana de Ciências Veterinária (Panvet) também ocorreu durante o 35º Congresso. Foram debatidos temas relacionados à situação e perspectivas da entidade. “Propusemos a realização de um censo panamericano para termos a real ideia da situação do ensino no continente. A expansão de cursos é uma realidade em praticamente todos os países”, relatou Cícero Pitombo, conselheiro do CFMV e da Panvet. Ele explica que o censo avaliará quantos profissionais e cursos existem, e servirá de subsídio, junto com o Copevet, para traçar as políticas necessárias para a melhoria da qualidade do profissional nos países membros do Panvet. Participaram também da assembleia José Arthur Martins, delegado titular, João Alves, delegado suplente; e o tesoureiro do CFMV, Wanderson Ferreira.

Além desses dois eventos, ocorreram, no 35º Congresso, o Seminário de Educação da WVA e a reunião da Assembleia Geral da Associação Mundial de Veterinária (WVA), ambos contaram com representantes do CFMV.

Panvet

Fundada em 1992, a Panvet é considerada a principal associação da ciência veterinária das américas. Sua atuação é reconhecida por órgãos internacionais como a Organização Mundial da Saúde (OMS), Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) e Associação Mundial Veterinária (WVA). A associação reúne instituições representativas de várias nações do continente que, juntas, estabelecem políticas, inovações e recomendações para manter a liderança da Medicina Veterinária no mundo.

Copevet

Rafael Mondadori atua desde 2016 como vice-presidente do Copevet - um braço da Panvet que reúne integrantes para debater a educação médica veterinária na abrangência do Panvet. Provavelmente, em 2020, ele será o próximo presidente.

Leia Também:

CFMV participa da Assembleia Geral da Associação Mundial de Veterinária (WVA)  
III Ciclo do Edital de Acreditação dos Cursos de Medicina Veterinária será lançado no XXIV Senemev
CFMV participa de evento internacional sobre melhores práticas de ensino na Medicina Veterinária

Assessoria de Comunicação do CFMV