Governo de Rondônia nomeia médicos-veterinários para cargos de gestão na Idaron e na Emater

11 de fevereiro de 2019

Três médicos-veterinários foram nomeados para ocuparem os cargos de direção da Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron), autarquia estadual responsável por promover a política de sanidade animal, a fiscalização e a defesa agropecuária do estado.

Veja quem são os novos gestores da Idaron

O médico-veterinário e presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária de Rondônia (CRMV-RO), Júlio Peres é o novo presidente da Idaron.

Peres é servidor público desde 2002 e é a primeira vez que um funcionário do quadro assume a presidência da autarquia estadual.

Formado pela Universidade de Marília (Unimar), Júlio Peres tem especialização em Gestão Ambiental e Defesa Sanitária Animal.

Já foi gerente de Defesa Sanitária Animal em 2003; assistente da Secretaria Estadual de Agricultura (Seagri), entre 2008 e 2010; nos anos de 2012 e 2013 foi gerente de Pecuária da Idaron; e coordenador de Desenvolvimento Agropecuário da Seagri entre 2013 e 2019.

Para apoiar o novo presidente da Idaron, como diretor executivo foi nomeado o médico-veterinário e tesoureiro do CRMV-RO, Licério Corrêa Soares Magalhães.

Natural de Pimenta Bueno, em Rondônia, Licério é servidor público desde 2000. É formado pelas Faculdades Integradas Aparício Carvalho (Fimca) de Porto Velho e tem especialização em Defesa Sanitária. 

Foi o responsável pelo programa de suinocultura do estado na Secretaria Estadual de Agricultura (Seagri) de 2010 e 2012; entre os anos de 2013 e 2016, foi secretário adjunto de Agricultura de Porto Velho; gerente de Desenvolvimento da Pecuária na Seagri de 2017 a 2018; coordenador da 7ª Rondônia Rural Show no ano de 2018; e da Portoagro em 2015 e 2016.

Ainda para o time de gestão da Idaron, o médico-veterinário Márcio Alex Petró é o novo diretor técnico.

Ele é servidor do órgão desde 2000, onde já atuou como fiscal de defesa sanitária, gerente de inspeção e coordenador do Programa da Febre Aftosa.

Petró é formado pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UESC). Tem especialização em Produção de Ruminantes e Defesa Sanitária Animal, além de cursos em Atualização de Febre Aftosa, Emergência Sanitária para Gestores e Epidemiologia Aplicada.

O novo diretor técnico da Idaron integra grupos de trabalho junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), revisando a instrução normativa do Programa Nacional de Febre Aftosa, avaliando a sensibilidade do sistema de vigilância para febre aftosa no Brasil; e elaborando Manual Técnico de Epidemiologia para o Serviço Veterinário Brasileiro.

Emater-RO

Para o comando da Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão do Estado de Rondônia (Emater-RO), o governador do estado Marcos Rocha também nomeou dois médicos-veterinários.

Luciano Brandão é o novo diretor presidente da Emater-RO, onde é funcionário de carreira desde 2005.

Formado pela Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Brandão tem especialização em Gestão em Agronegócios.

Já foi gerente regional do território Vale do Guaporé, no município de São Francisco do Guaporé; gerente do Escritório Local da Emater, em Alvorada do Oeste (RO), 2011 a 2015; técnico específico do Programa Pró-Leite do Governo do Estado de Rondônia, na região do Vale do Guaporé, 2008 a 2010; extensionista rural no Escritório Local de Alvorada do Oeste, 2005 a 2010.

Como diretor vice-presidente da Emater-RO assume o médico-veterinário José de Arimatéia da Silva.

Formado pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Arimatéia tem mestrado em Gestão Ambiental e especialização em Gestão de Agronegócio.

Foi coordenador local da Emater em Vale do Paraíso, no período de abril de 1990 a abril de 1991; supervisor regional em Ji-Paraná-RO, julho de 1993 a março de 1996; coordenador regional em Ji-Paraná-RO, abril de 1996 a agosto de 1998; coordenador do Programa Pró-Leite em Rondônia, período 2008-2011; gerente técnico da Emater-RO, de 2011 a 2013; diretor de Recursos Humanos, 2013 a 2014; secretário adjunto da Emater- RO, de 2014 a 2015; e vice-presidente da Emater, período 2015; e diretor técnico no período  2015 a 2017.

Informações do CRMV-RO