318ª Plenária do CFMV lembra da trajetória do secretário-geral Nivaldo da Silva

27 de novembro de 2018

Na abertura da 318ª Sessão Plenária Ordinária do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV), realizada dias 21 e 22 de novembro, na sede da autarquia, integrantes da diretoria e conselheiros do CFMV lembraram emocionados da trajetória do secretário-geral, Nivaldo da Silva. Ele faleceu no dia 20 de novembro, após mais de um mês internado em decorrência de um atropelamento sofrido no dia 7 de outubro. Houve oração e um minuto de silêncio em homenagem a Silva.

Professor Nivaldo, como era conhecido pelos colegas, foi presidente do CRMV-MG e assumiu o cargo na diretoria do CFMV, em dezembro do ano passado.

A plenária analisou e aprovou o relatório da Comissão de Tomada de Contas do CFMV, relatórios e o novo calendário de reuniões de 2019.

Os conselheiros efetivos Cícero Araújo Pitombo, João Alves do Nascimento Júnior e José Arthur de Abreu Martins discorreram sobre a Assembleia Ordinária de Delegados, da Associação Panamericana de Ciências Veterinárias (Panvet). A delegação representou o CFMV no evento que aconteceu dias 15 e 16 de novembro, no Chile.

Durante a reunião, o colegiado também analisou as reformulações e propostas orçamentárias dos Conselhos Regionais. Além disso, renovou a habilitação para concessão de título de especialista da Associação Brasileira de Patologia Veterinária (ABDV) e habilitou o Colégio Brasileiro de Oftalmologistas Veterinários (CBOV) a conceder título de especialista em Oftalmologia Veterinária.

É considerado especialista em áreas da medicina veterinária ou zootecnia no Brasil aquele que, após a graduação, concluiu uma pós-graduação lato sensu em nível de especialização ou não, e mediante prova junto à uma sociedade ou associação de classe, ou ainda colégio de especialistas, prestou provas e foi aprovado, e em seguida requereu e teve o seu certificado registrado no seu CRMV.  A regra está estabelecida na Resolução CFMV n° 935, de 10 de dezembro de 2009.

Em memória ao secretário-geral, no final da reunião, o auditório na sede do CFMV, em Brasília, onde acontece reuniões e plenárias, foi nomeado “Plenário Professor Doutor Nivaldo da Silva”.

A previsão é de que conselheiros e diretoria estejam reunidos novamente de 18 a 21 de dezembro de 2018.

Participação

O primeiro dia da 318ª Sessão Plenária Ordinária foi presidida pelo vice-presidente Luiz Carlos Barboza Tavares. No segundo dia, a sessão foi conduzida pelo presidente, Francisco Cavalcanti de Almeida, com a presença do tesoureiro Helio Blume.

Também estiveram presentes na 318º Sessão Plenária os conselheiros efetivos Cícero Araújo Pitombo (apenas no segundo dia da sessão), João Alves do Nascimento Júnior, José Arthur de Abreu Martins, Wendell José de Lima Melo (apenas no primeiro dia da sessão) e Francisco Atualpa Soares Júnior; e os conselheiros suplentes Wanderson Alves Ferreira, Fábio Holder de Morais Holanda Cavalcanti e Paula Gomes Rodrigues,

Assessoria de Comunicação Social