Campanha mundial defende uso responsável de antimicrobianos

13 de novembro de 2018

Uma ação mundial de uso racional de antimicrobianos, produzida pelo governo do Reino Unido e a Organização Mundial da Saúde Animal (OIE), também está sendo divulgada no Brasil essa semana. A tradução do material é fruto da parceria entre o Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV), o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e a Aliança para Uso Responsável de Antimicrobianos.

Os agentes antimicrobianos são medicamentos usados para tratar infecções, particularmente aquelas de origem bacteriana.

Estes medicamentos foram descobertos no século XX e são essenciais para proteger a saúde humana e animal. Eles transformaram a medicina humana e veterinária, contribuindo para o aumento da expectativa de vida.

No entanto, o uso excessivo ou inadequado pode levar ao surgimento de bactérias resistentes que não respondem ao tratamento antibiótico, como visto nas últimas décadas.

Esse fenômeno, chamado resistência antimicrobiana, representa uma ameaça ao controle de doenças em todo o mundo. Quando as bactérias são resistentes, o antimicrobiano é ineficaz e não pode mais tratar a doença. Bactérias resistentes podem circular entre humanos, animais e o meio ambiente e não respeitam fronteiras.

Como é uma preocupação global, que representa ameaça para a saúde e bem-estar dos humanos, dos animais e para a segurança alimentar, o médico-veterinário tem papel crucial na luta contra a resistência antimicrobiana, fazendo a prescrição racional desses medicamentos para uso em animais.

Campanha OIE

O CFMV recomenda o uso responsável e prudente destes medicamentos, de acordo com as normas intergovernamentais preconizadas pela OIE, como:

1.Garantir o uso racional de agentes antimicrobianos em animais, com o objetivo de otimizar tanto a eficácia como a segurança;

2. Cumprir a obrigação ética e a necessidade econômica de manter os animais em boa saúde;

3. Prevenir ou reduzir a transferência de microrganismos resistentes ou determinantes de resistência nas populações animais, no ambiente e entre animais e seres humanos;

4.Contribuir para a manutenção da eficácia e utilidade dos agentes antimicrobianos utilizados na medicina animal e humana;

5. Proteger a saúde dos consumidores, garantindo a segurança dos alimentos de origem animal no que diz respeito aos resíduos de agentes antimicrobianos.

A campanha Five Only (Cinco Somente) da OIE aborda as regras para o uso de antimicrobianos, que são:

#1 SOMENTE: use antimicrobianos quando prescrito por um veterinário.
#2 SOMENTE: quando necessário: antimicrobianos não curam toda infecção.
#3 SOMENTE: adquira antimicrobianos de fontes e distribuidores autorizados.
#4 SOMENTE use a dosagem prescrita e respeite a duração do tratamento e período de retirada.
#5 SOMENTE: use antimicrobianos associado a boas práticas de saúde animal.

Leia também:
Ministério da Agricultura promove ações na Semana Mundial de Conscientização do Uso Racional de Antibióticos 2018

ASSISTA AO VÍDEO

CONFIRA O MATERIAL DA CAMPANHA
(clique na imagem para aumentar)

Médico-veterinário Indústria farmacêutica Sociedade

Assessoria de Comunicação do CFMV, com informações da OIE.