Brasil Livre de Febre Aftosa: vídeo conta processo de erradicação da doença

17 de abril de 2018

O primeiro registro oficial de febre aftosa no Brasil ocorreu em 1895, em Minas Gerais. O vírus que causa a doença chegou até aqui depois de ocorrências na Argentina, Chile e Uruguai. Com mais de sete tipos e capacidade para se espalhar facilmente, ele causa febre, seguida do aparecimento de aftas, principalmente na boca e nos pés de animais de casco fendido. 

Mais de cem anos depois, o Brasil será declarado, pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), um país livre de aftosa, com vacinação. 

A história da luta contra a aftosa foi registrada em vídeo divulgado pela primeira vez durante o evento realizado na sede da Embrapa, dia 05 de abril, onde foram lançados o selo e carimbo comemorativos dos Correios “Brasil Livre da Aftosa”.

Clique aqui e assista.

Reconhecimento OIE

A divulgação oficial do reconhecimento de país livre de Febre Aftosa com vacinação será em maio, em Paris, França, na 86ª Sessão Geral da Assembleia Mundial da OIE.  O encontro reunirá delegados dos 181 Países Membros e contará com a presença do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV).

Esse reconhecimento só foi possível graças ao trabalho dedicado e intenso de fazendeiros, instituições, indústrias e vários profissionais, dentre eles os médicos veterinários e zootecnistas.

Assessoria de Comunicação do CFMV