Lei institui o Dia Nacional do Zootecnista

10 de janeiro de 2018

Por Flávia Lôbo

Foi publicada nesta terça-feira (09/01), no Diário Oficial da União, a Lei 13.596. A nova norma institui o Dia Nacional do Zootecnista, a ser comemorado, anualmente, no dia 13 de maio. Antes da oficialização, a data já era comemorada, no mesmo dia e mês, no Sistema Conselhos Federal e Regionais de Medicina Veterinária (Sistema CFMV/CRMVs), porém, até então, não era reconhecida pelo Governo Federal.

O Projeto de Lei passou pelo Câmara dos Deputados, Senado Federal e foi sancionado, na última segunda feira (08/01), pelo presidente da República Michel Temer.

Para Marinaldo Divino Ribeiro, presidente da Associação Brasileira de Zootecnistas (ABZ), esta é uma importante conquista para os zoootecnistas. “Esta conquista está relacionada ao reconhecimento da identidade institucional da zootecnia como profissão”, diz.

A escolha do dia 13 de maio faz menção ao dia da aula inaugural do primeiro curso superior de Zootecnia instalado no Brasil, em 1966, na cidade de Uruguaiana (RS).

O presidente da ABZ ressalta que oficialização da data ajuda a mostrar o reconhecimento e apoio a todos os zootecnistas, que apresentam relevantes contribuições ao avanço social e econômico do país através do fomento à pecuária e ao desenvolvimento produtivo dos rebanhos, bem como estudando alternativas de produção racional de diferentes espécies animais nas mais variadas condições.

Saiba mais

Atualmente, existem no país 8.912 mil zootecnistas em atuação registrados no Sistema CFMV/CRMVs.

Há 40 anos, através da Lei 5550 de 04 de dezembro de 1968, a atuação deste profissional foi regulamentada.

A Zootecnia é uma área do conhecimento que reúne um largo espectro de campos dos saberes, onde estão compreendidos o planejamento, a economia e a administração, assim como, o melhoramento genético, a ambiência, a biotecnologia, bem-estar e o manejo de animais inseridos nos sistemas produtivos, também englobando a nutrição, alimentação, formação e produção de pastos e forragens, propiciando de forma integral, em sua área de atuação, a qualidade de vida da sociedade.

De acordo com dados da ABZ o Brasil conta atualmente com 107 cursos de Zootecnia, distribuídos em faculdades e universidades de todas as regiões do país.

Assessoria de Comunicação do CFMV